Logo

Logo

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Vinyl

Sabe aquela música de te cona na alma? E se houvesse um álbum inteiro só com essas músicas? E ainda mais, se esse álbum tivesse uma única cópia? É, ele pode existir e pode ser seu. Tente descobrir os mistérios desse disco antigo e, quem sabe, ficar com ele. Corra, que Vinyl Tá na Mesa!

Vinyl é um jogo criado pro André Teruya Eichemberg, ainda em fase de criação e 100% nacional. De um a quatro jogadores, com duração média de 45 minutos, em Vinyl os jogadores tentam conseguir um raríssimo LP, em posse de um excêntrico milionário esquizofrênico à beira da morte.



- LP? Acho que já ouvi meu avô falar disso. É sobre Stone Age que vão falar hoje?

Santa ignorância, bátiman das frutas! LP é a abreviação de Long Play, ou como é conhecido no Brasil, Disco de Vinil. Daí vem o nome do jogo. (Nota do Sr. Slovic: Era um dos meios de se ouvir música antes do CD e do MP3). Pode ser antigo, mas está voltando à moda.

Vinyl é um jogo de alocação de trabalhadores (Nota da Sr. Slovic: Na verdade de um único trabalhador, assim como Kanban). O objetivo do jogo é descobrir o máximo de conhecimentos sobre o disco e suas músicas. O disco tem dez músicas, divididas entre os lados A e B e mais 20 escondidas (Nota da Sra. Slovic: Sim, meus caros neófitos, LP tem lados e para ouvir os dois, é necessário virar o disco. E quem nunca ouviu a lenda que os discos têm faixas escondidas, que só é possível escutá-las contando o LP de trás para frente?). Cada musica trás memórias para o dono (O Velho) e tentar descobrir qual é esse sentimento é uma forma de vencer o jogo. Para descobrir as músicas escondidas, os jogadores usam seus equalizadores, para descobrir as afinações necessárias para escutá-las. No tabuleiro principal há um vinil e é possível girá-lo para pegar itens (ate parece uma mesa de DJ).



São quatro ações possíveis no turno: Conversar com o Velho, Mover o Equalizador, Mover o Disco e Escolher uma Música. Ao conversar com o velho é possível conseguir suas memórias e até pegar uma Especial. Mover o disco também te dá Memórias (são doze tipos de marcadores de memória), que são usadas para entender as Músicas. Sempre que uma Faixa é compreendida, ganha-se pontos nas Trilhas de Melodia, Letra ou Partitura. Mover o Equalizador permite descobrir as faixes escondidas, que bônus e pontuação no fim do jogo. O primeiro a alcançar alguns pontos nas Trilhas ganha tokens especiais, relacionados ao único show do álbum, que estão em poder do Velho: Ingressos, Autógrafo, uma Palheta e um rolo de Filme Super  8. O jogo termina quando um número determinado de músicas são compreendidas.




No geral, Vinyl é um ótimo jogo. Mesmo na fase de testes já é possível perceber que ele tem um grande potencial. As partidas são dinâmicas e é preciso prestar atenção no que os adversários estão fazendo para não deixá-los disparar na pontuação. O jogo é temático e bem amarrado. Tudo envolve a música. É divertido girar o LP no tabuleiro e virá-lo o lado para pegar as músicas do outro lado (Dica da Sra. Slovic: Os saudosistas do vinil, como eu, vão gostar mais ainda). Vinyl é um grande trabalho de André Eichemberg., não deixe de conhecer. Ele tem de tudo para ser o novo sucesso nacional. Agora, som na caixa. Let's Play!


Nenhum comentário:

Postar um comentário