Logo

Logo

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Ca$h`n Guns

Cada um tinha sua função: Will sabia dos esquemas, já tinha trabalhado lá, conhecia todo mundo e andava por lá de olhos vendados. O  JC era o cara dos explosivos e o JF sabia enganar todo mundo. Nunca subestime Ju e Lari, o que tem de bonitas tem de sacanas, e atiram como ninguém. A Pipa era a motorista, a melhor ás do volante deste lado de cá. Mona era o cérebro de toda a operação e o Frans... Bom, o tonto achava que precisávamos de um especialista em computadores, mas ele era mesmo o bode expiatório. Todo o esquema precisava de um. O porém é que esse deu errado, e o tal bode ainda estava com a gente na partilha. Poxa, oito caras para dividir mixaria, não dava. Não sei quem sacou primeiro, mas em uma fração de segundos, era neguinho puxando o revolver outro pulando fora... Quando todo mundo começou a atirar, foi um “Deus nos acuda” tão grande que chamou a atenção dos meganha, que chegaram rápido - ou eles já sabiam dos esquemas, mas, como sempre, demoraram para chegar, sei lá. O bom é que eles que escaparam; o ruim foi sair mais liso do que antes, mas o ótimo é que um foi pego e está pagando todo o pato, ou bode, no caso. E eu aprendi que tem que ficar muito esperto quando Ca$h'n Guns Tá na Mesa!



Ca$h'n Guns é um divertido e rápido party game, criado em 2005 por Ludovic Maublanc, com um segunda edição em 2014. Para quatro a oito jogadores, com a duração média de 30 minutos, em Ca$h todos fazem parte de um grupo de ladrões que estão repartindo seu último roubo, mas ninguém quer ceder.

- Bando de bandidos, salafrários, mau exemplo. Pensem nas criancinhas!

Baixa a bola, ex-estagiário da Liga das Senhoras Católicas de Santana, volte a tomar seus remédios de paranoia. Ca$h'n Guns é um jogo festivo, para se jogar com os amigos, pessoas maduras que entendem a diferença entre o real e o imaginário, tanto que as armas são feitas de espuma, de um jeito que não dá para confundir com uma normal (Nota da Sra. Slovic: Mas dita o bom senso de não jogar em local aberto, onde transeuntes desavisados podem confundir tudo e achar que um alho é na verdade é um bugalho). Além das armas, a caixa vem com cartas representando dinheiro, obras de arte, diamantes, balas e curativos. Cada jogador começa com um revólver, um marcador que representam o personagem, três cartas de Bang! E cinco cartas de Click!



O jogo dura oito turnos, dividido em oito etapas: na primeira, o Primeiro jogador (Nota do Sr. Slovic: Doravante conhecido como “O Chefe” ou “The Boss”) coloca na mesa oito cartas de produto de roubo e a do Chefe. Na segunda, todos escolhem secretamente uma carta de Bang! Ou Click! Na terceira, O Chefe conta até três e todos devem apontar sua arma para um jogador. Na quarta, O Chefe pode mandar alguém mudar o seu alvo. Na quinta, The Boss conta novamente até três e qualquer um pode dar um peteleco em seus personagem, indicando que fugiu nessa rodada. Na sexta, todos revelam suas cartas de tiro. Na sétima, cada um que levou um tiro pega um marcador de curativo. E na oitava, todos que não fugiram e não levam tiros podem pegar as cartas de roubo e quem ficar com a do chefe será o The Boss na próxima rodada.



- Não gostei desse jogo. Todo mundo sempre vai apontar para mim. Nem vou conseguir jogar.

Que coisa! Sabe que nunca reparei na sua mania de perseguição? Mesmo você postando isso no mínimo 300 vezes por dia no FB, seu Zé ruela. OK, é possível de isso acontecer, mas esse é um jogo festivo, para se jogar com amigos e se todos fazem isso com você, tem algo de errado. Talvez não sejam realmente seus amigos ou você realmente seja um mala sem alça (Nota da Sra. Slovic: Ou provavelmente as duas coisas).



Todos começam com oito cartas de balas: 3 Bang! e 5 Click! O Bang! serve para causar dano em alguém. Cada vez que um é atingindo ganha um marcador de ferimento. Com três, está fora do jogo. O Click! é só um aviso. As cartas usadas são colocadas em uma pilha de descarte, para ninguém saber quantos Bang! Ainda restam, mas se você é igual ao Rain Man e consegue contar as cartas de todo mundo, vai se dar bem nesse jogo. Entre as cartas de produto de roubo, há duas especiais: uma que cura até dois ferimentos e outra que dá mais duas cartas de Bang! Não dão pontos no fim do jogo, mas deixam o jogo mais imprevisível. Depois da oitava rodada, vence quem tiver mais dinheiro dentre os que ainda estão vivos. Há um bônus para quem conseguir mais cartas de diamantes.


No geral, Ca$h'n Guns é um jogo divertido e politicamente incorreto. Vence o mais esperto e/ou mais sortudo. É daqueles jogos que quanto mais gente melhor. Junto com o jogo base, vem uma pequena expansão onde cada bandido tem uma habilidade especial ou super poder. Há também mais algumas expansões: Tem Spirit e More Ca$h, More Guns. Não recomendamos jogar com pessoas vingativas ou que não tem bom senso, mas já jogamos com crianças sem nenhum problema  (Nota da Sra. Slovic: Crianças são mais espertas do que você imagina). Prepare sua arma e muitas risadas. Agora que a grana Tá na Mesa!, vamos dividir? Eu saco primeiro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário