Logo

Logo

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Terra Mystica

Em um mundo longínquo, raças ancestrais tentam manter seu poder enquanto novos competidores entram na batalha pelo domínio do mundo. Das florestas mágicas ao deserto misterioso, dos pântanos sombrios as altas montanhas, todos se armam para a batalha derradeira. Prepare você também, pois hoje Terra Mystica Tá na Mesa!



Terra Mystica foi lançado em 2013 por Jens Drögemüler e Helge Ostestag e publicado por várias editoras, como a onipresente Z-Man. Para dois a cinco jogadores, com duração estimada de trinta minutos por jogador, ele foi e ainda é Top Um em várias e várias listas de boardgames pelo mundo inteiro e com razão. Ele fez por merecer todo esse reconhecimento. Terra Mystica um jogo profundo, com mecânicas muito bem encaixadas, onde a estratégia e o planejamento são predominantes e a sorte, quase ausente. Um jogo de guerra onde não há batalhas.

- Como assim guerra sem batalha? Bebeu?

Meu caro petite Troll ivres, deixe-me explicar. Terra Mystica é um jogo de construção de civilização com expansão territorial, onde todos querem dominar novos territórios, gerando conflitos. Mas diferente da grande maioria dos jogos deste gênero, não há mecânicas de batalhas, mas sim de Controle e Cerco de Área. Isso quer dizer que uma vez conquistado, um território não pode ser perdido. A estratégia do jogo é se expandir, ordenadamente, antes que seu adversário faça o mesmo, freando sua expansão, ou pior, te isolando.

O jogador pode escolher uma entre 14 fações disponíveis, cada uma com suas vantagens e desvantagens. Esse é outro mérito do jogo: a alta rejogabilidade. Há povos mais fáceis para aprender o jogo, como as Feiticeiras e as Sereias, e algumas que só jogadores mais experientes conseguem utilizá-las de maneira a vencer, como os Magos do Caos e os Darklings. Cada fação tem seu terreno predileto e só pode construir nele. Como são sete tipos de terrenos, há sempre duas facções que compartilham o mesmo terreno e não podem ser usadas na mesma partida (Nota do Sr.Slovic: Principalmente por que usam a frente e o verso do mesmo tabuleiro individual).

 - Sereias e Feiticeiras? Que jogo meigo. E dá para jogar com a Ariel ou a Malévola?

Baixa a bola, Lord Farquaad. Não há nada de meigo no jogo, apesar de ser um primor visual e, principalmente, iconograficamente (Nota da Sra. Slovic: Ou seja, em termos de símbolos. Todas as informações importantes para o jogo são facilmente encontradas nos tabuleiros). Há três tabuleiros no jogo, o principal, o da facção e de religião. Mesmo que ainda não tenha uma versão em português, o jogo não depende do idioma, por isso não tenha medo. Os componentes tem acabamento ímpar.

O objetivo do jogo é conquistar mais Pontos de Vitória (PV) e a cada turno muda a maneira de ganhá-los, o que obriga o jogador a mudar constantemente sua estratégia. Há muitas formas de vencer, que dependem das facções escolhidas, da configuração inicial. A escolha das cartas bônus de início do turno e de religião são importantes. Estar perto de outros grupos no mapa dá grandes opções, mas também deixa a expansão mais difícil e competitiva. O jogo é dividido em seis turnos, que termina quanto todos passarem a vez. O primeiro que desistir no turno, passa a ser o primeiro a jogar no próximo. Cada atualização no Edifício básico permite o desenvolvimento de vários recursos: trabalhadores, magia, dinheiro e sacerdotes. (Nota do Grupo Jedai: Em uma análise mais profunda, Terra Mystica não é só um jogo de Expansão Territorial, mas um pesado jogo de Administração de Recursos, que pode ter muitas aplicações didáticas, principalmente em treinamentos coorporativos).


No geral, Terra Mystica é elegante e completo.  Um dos melhores Boardgames da atualidade. Pode ser confuso no início (Nota da Sra. Slovic: Não se preocupe. Muito provavelmente você começará a entender como se joga no fim da sua primeira partida, ou até mesmo depois. Mas não desista, jogue novamente e veja a magia acontecer), por causa das inúmeras opções disponíveis e porque não há um caminho já traçado para vencer. É você que deve descobrir o que fazer para ganhar. Mas uma vez entendido, o jogo se torna fantástico. E a primeira expansão, Fogo e Gelo, já está disponível, com várias facções extras, terrenos novos e táticas diversas. Preparados? Então avante, pois temos um mundo a conquistar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário